Uso incorreto do celular pode impactar a coluna vertebral

Além de comprometer a postura, uso incorreto pode trazer sérios problemas à saúde a médio e longo prazo

JORNAL DA NOVA


Ilustrativa

Brasil é o país onde as pessoas mais passam tempo em aplicativos de celular em todo o mundo. Dados do relatório do App Annie Intelligence observados durante o segundo semestre de 2021 apontam que os brasileiros passam, em média, 5,4 horas por dia olhando o smartphone. O uso incorreto desse equipamento pode comprometer a boa postura de uma pessoa e ao longo do tempo, até mesmo a coluna vertebral.

A coordenadora do curso de Fisioterapia da Anhanguera Campo Grande, fisioterapeuta Gisele Leite Abreu, explica que a cabeça em posição neutra, ou seja, no nível dos olhos, pesa entre 4,5 e 5,4 quilos e que, quando fica inclinada para o uso do celular, pode pesar até 27 quilos sobre o pescoço, o que correspondente ao peso de uma criança de oito anos.

"As pessoas precisam ter muita atenção ao tempo que passam em posição curvada no uso do celular. Um longo período na mesma posição pode provocar dores de cabeça, no pescoço. Com o passar dos anos, em casos mais graves, pode até mesmo desenvolver uma hérnia de disco na cervical", explica a professora. "A forma mais acertada de uso do aparelho é trazê-lo até o campo de visão ao invés de curvar o pescoço até ele", complementa.

De acordo com a fisioterapeuta é necessário mudar alguns hábitos diários, seja em casa ou no ambiente de trabalho, pois essas mudanças podem fazer toda a diferença na saúde da coluna vertebral.

"Hoje em dia é muito difícil não usar um aparelho celular, seja no trabalho ou em casa, até mesmo para um momento de lazer. Devemos ser prudentes no seu uso para evitar danos futuros à coluna. Então, é importante estar atento à posição da cervical e sempre fazer pausas para evitar tempos longos com a coluna na mesma posição", diz.

Para auxiliar as pessoas a mudarem os hábitos e cuidarem melhor da postura, a professora preparou algumas dicas:

Evite debruçar-se sobre sua mesa de trabalho;
Tente manter uma rotina de exercícios físicos para fortalecer seus músculos;
Sempre que possível, vale a pena alongar o pescoço para a direita e esquerda;
Evite cadeiras muito macias;
Rolos de espuma ou EVA para a região lombar (comprados em lojas de artigos ortopédicos) podem ser bons aliados no trabalho ou no carro;
Escolha um colchão que mantenha sua espinha ereta;
O travesseiro deve manter a cabeça alinhada ao pescoço e à coluna.
Se utilizar muito aplicativo de mensagens no trabalho, experimente instalá-lo no seu computador com o monitor na altura dos olhos.

FOTO: Ilustrativa


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE