Cidades de MS querem usar Carnaval em 2022 como motor para retomada da economia

MIDIAMAX


Foto Divulgação

Muitos municípios de Mato Grosso do Sul estão considerando a possibilidade de realizar o Carnaval de 2022 como um dos principais instrumentos para alavancar a atividade econômica, tão afetada no período de pandemia. O setor de serviço, como bares, restaurantes, hotéis, e outros, deve ser o mais beneficiado em cidades com tradição na realização do evento.

Em Rio Verde de MT, cidade turística, com muitos rios, e que possui um tradicional Carnaval de bloquinhos, quer fazer o maior Carnaval de sua história. Segundo o gerente de turismo da cidade, Andres Cláudio, já estão sendo preparados vários ofícios que serão enviados ao Governo do Estado para tentar viabilizar aquilo que a esfera estadual pode ajudar, principalmente na questão estrutura.

Sobre as atrações, Andres explica que as negociações ainda não começaram. “Também dependemos do orçamento, mas a intenção da Prefeitura é fazer um Carnaval maior que o último, que já tinha sido o maior da nossa cidade”.

Assim como em Rio Verde, intenção de realizar um bom Carnaval é proporcional à falta de informações concretas de como isso vai se dar. Em Paranaíba, na região leste, também com tradição a expectativa é grande.

Segundo a Prefeitura, o auge da festa pode reunir mais de 20 mil foliões. "Vamos fazer 4 noites: sexta, sábado, domingo e segunda. No sábado e segunda, deve ser com 20 mil pessoas”, disse prefeito Maycol Queiroz (PSD). O orçamento já foi enviado à Câmara Municipal, mas não teve valor divulgado.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE