Operação investiga participação de servidores e vereadores na compra de votos

GEISY GARNES / CAMPO GRANDE NEWS


Foto Divulgação

Esquema de compra de votos nas eleições municipais de Corumbá – a 419 quilômetros de Campo Grande – é alvo de ação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (19). A Operação Mercês investiga a participação de servidores públicos e membros do poder legislativo na fraude eleitoral.

Segundo divulgado pela polícia, sete mandados de busca e apreensão são cumpridos na cidade. A intenção é esclarecer a associação de servidores públicos e vereadores do Município para a compra de votos. Os investigados teriam usado a máquina pública por meio da troca de favores, ou troca de benefícios, para conseguir apoio político para suas próprias candidaturas ou de terceiros nas eleições municipais do ano de 2020.

Até o momento, as apurações apontam que o grupo teria praticado crimes eleitorais e contra a administração pública. A última eleição municipal reelegeu Marcelo Iunes como prefeito de Corumbá. A disputa foi travada entre seis candidatos, mas o atual gestor venceu com 42,65% dos votos válidos.

O termo “mercês', que dá nome a operação, vem do latim e sintetiza o modo de funcionamento da prática eleitoreira baseado em clientelismo, esquema observado na investigação.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE