Hashioka flerta com Podemos, futuro partido do ex-juiz Sérgio Moro

JOSÉ ALMIR PORTELA, REDAÇÃO NOVA NEWS


Foto Divulgação

De olho na corrida eleitoral do ano que vem, o ex-prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka, avalia possíveis destinos para viabilizar uma pré-candidatura. A permanência no PSDB não é descartada, porém, com o fim das coligações na disputa por cargos proporcionais, cada passo é minuciosamente pensado.

Um possível destino é o Podemos, que, pelo menos até o momento, segue entre os partidos que apoiam o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). A sigla ganhou projeção nacional nas eleições de 2018, com a candidatura a presidente de Álvaro Dias, senador pelo Estado do Paraná.

 
Na última semana, a legenda voltou ao noticiário nacional quando o ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, anunciou sua filiação ao Podemos no próximo dia 10 de novembro. O evento será uma espécie de pontapé para uma possível pré-candidatura de Moro à Presidência.

Seja no PSDB, no Podemos ou qualquer outra sigla, caso Hashioka opte em entrar na corrida eleitoral do ano que vem, a vaga pleiteada deverá ser a de deputado federal, reeditando a dobradinha que fez com sua esposa, Dione Hashioka (PSDB), nas eleições de 2010. Na ocasião, o casal somou mais de 65 mil votos, mas apenas Dione foi eleita como deputada estadual.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE