Professores de Nova Andradina prometem manifesto pelo rateio do Fundeb

DA REDAÇÃO / IMAGENS: JORNAL DA NOVA


Foto Divulgação

No município de Nova Andradina no ano de 2021, assim como em vários municípios do Estado e do Brasil, houve sobra do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), não sendo utilizado os 70% destinado exclusivamente a pagamento de professores.

Desta forma debates e embates foram promovidos entre professores da rede municipal e a atual gestão do prefeito Gilberto Garcia, nesta ocasião, realizaram muitas discussões sobre a lei do Fundeb e a lei 173 designada ao enfrentando do Covid-19.

 

De um lado os professores, com seu respectivo sindicato entendendo através do parecer do advogado da Fetems, Dr. Ronaldo de Souza Franco, que interpreta ser direito dos professores o rateio das sobras e de outro lado o jurídico do Executivo que orienta o prefeito a reprogramar esta quantia.

 

Após várias conversas e negociações o grupo de professores que oferecem um alto nível de ensino de qualidade, sendo uma das melhores do Estado, conforme os resultados do Ideb, decidiram fazer a 1ª mobilização em prol da divisão da sobra do dinheiro do Fundeb.

 

Entendendo que Educação é um compromisso de todos os cidadãos, os educadores convidam a toda sociedade para aderir ao movimento que será realizado na Câmara Municipal nesta segunda-feira (6), às 19h. Na oportunidade será apresentado projeto autorizativo, de autoria da maioria dos vereadores da cidade, no intuito de assegurar o direito dos professores.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE