IVINHEMA: Última sessão da Câmara em 2021 gera expectativa na população com projetos polêmicos hoje (27)

ACONTECEU MS


Foto Divulgação

A Câmara Municipal de Ivinhema realizará hoje (27) às 18:00h sua última sessão de 2021, sendo uma sessão extraordinária após as ordinárias terem se encerrado no dia 13/12. Depois do dia 13, será a segunda extraordinária marcada para poder votar projetos enviados pela prefeitura.

Hoje será discutido projetos como a doação de um terreno para um mercado, a reposição salarial dos funcionários públicos municipais, entre outros encaminhados pelo Poder Executivo. Assim como semana passada, alguns desses projetos estão gerando uma grande expectativa na população e gerando diversas opiniões favoráveis e contrárias.

O mais aguardado é o reajuste salarial dos funcionários públicos municipais, isso porque, o Prefeito Juliano Ferro (DEM) apresentou reajuste de 6%, metade da previsão da inflação de 12% para o ano de 2021.

Houve reuniões do prefeito com o SINSPIV (Sindicato do Servidores Públicos de Ivinhema), e a presença de alguns vereadores, mas mesmo assim Juliano foi irredutível ao afirmar que não iria negociar nenhuma porcentagem a mais para os funcionários públicos municipais.

Com isso, a presidente do sindicato Drª Irene, divulgou uma nota informando que a atual proposta de reposição salarial causa diversos prejuízos aos funcionários públicos municipais. No texto ela citou vários pontos justificando sua afirmativa.

A sessão será transmitida ao vivo pela página do Facebook da Câmara de Ivinhema e pela rádio Itapoã FM 104.9.

 

ÚLTIMA SESSÃO DE 2021

Na noite de terça-feira, 21 de dezembro, foi realizada a 5ª Sessão Extraordinária da Câmara Municipal de Ivinhema. A reunião dos parlamentares contou com a presença de 10 vereadores e teve início às 18 horas no plenário.

Entre os 14 projetos votados, um deles chamou mais a atenção da população devido ao tema polêmico que dividiu opiniões. O Projeto de Lei Complementar 019/2021, de autoria do Poder Executivo, apresentou proposta de revisão geral anual do subsídio dos Secretários Municipais para um aumento de 54% do valor atual, ou seja, o salário bruto de cada Secretário passará de R$ 9.000,00 (Nove Mil Reais).

A disputa foi acirrada com 5 votos favoráveis e 4 contrários. Os vereadores que votaram a favor do reajuste salarial dos Secretários foram José Wilson (PSDB), Prof. Denir (PATRIOTA), Zé Picareta (DEM), Bira (MDB) e Claudião do Raio-X (PSDB). Já os votos contrários são de Gersinho da Saúde (PDT), Alessandro Petshop (DEM), Mary Rocha (PODEMOS) e Jair do Triguenã (MDB).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE