Senadora Soraya Thronicke libera R$ 35 milhões para Ivinhema e mais 20 cidades

JORNAL DA NOVA


A exemplo do que aconteceu nos anos de 2019 e 2020, a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) mais uma vez ficou até o dia 31 de dezembro percorrendo a Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF), em busca de liberação de recursos extras para Mato Grosso do Sul. O trabalho da parlamentar sul-mato-grossense e da sua equipe técnica foi recompensado com a liberação de mais de R$ 35 milhões para o estado na última semana de 2021 que terminou na sexta-feira, fazendo com que 2022 se inicie muito melhor, com mais investimentos em saúde, infraestrutura e agricultura familiar.

 

Ao todo, os R$ 35 milhões beneficiam 22 municípios: Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Corumbá, Três Lagoas, Chapadão do Sul, Terenos, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Paranaíba, Bataguassu, Coxim, Anastácio, Iguatemi, Aparecida do Taboado, Nova Alvorada do Sul, Sidrolândia, Alcinópolis, Ivinhema, Miranda, Tacuru e Rio Brilhante. “Conforme prometido, todos os anos eu e minha equipe ficamos até o último minuto em Brasília buscando mais recursos para o estado. Percorremos os ministérios do Desenvolvimento Regional, da Saúde e da Agricultura, e garantimos esses recursos para investir em obras de infraestrutura urbana, na agricultura familiar e na manutenção da saúde básica”, declarou Soraya Thronicke.

 

A senadora explica que os R$ 35 milhões são recursos extras liberados na última semana do ano e também de emendas individuais, graças ao trabalho de bater nas portas dos ministérios. “Sempre fico em Brasília raspando o tacho, trabalhando para conseguir esse dinheiro extra para o estado, pois não me contento apenas com o que é liberado por cada parlamentar, e se há possibilidade de enviar mais, trabalho para que isso ocorra. Sempre digo que quem trabalha mais também consegue mais. No ano que terminou, consegui liberar para Mato Grosso do Sul mais de R$ 70 milhões, sendo R$ 35 milhões nos últimos dias de 2021, montante que nós obtivemos com transparência e dando publicidade. Agora, é importante que os moradores das cidades contempladas acompanhem a aplicação desses recursos pelos gestores municipais e nos ajudem a fiscalizar”, pontuou.

 

Do total dos recursos extras, apenas Dourados obteve R$ 10,3 milhões para a construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), para a instalação de uma cobertura do setor de hortifrutigranjeiro da Feira Livre Central “Prefeito João Totó Câmara” e para obras de infraestrutura urbana, como a drenagem de águas pluviais, pavimentação asfáltica, sinalização viária e calçamento. Já Campo Grande conseguiu R$ 8,3 milhões para serem investidos na construção de UBSs, pavimentação em vias públicas urbanas do município e construção de pontes de concreto nas estradas vicinais de áreas rurais.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE