Após atentado, prefeitura de Pedro Juan amanhece fechada e com reforço na segurança

G1 MS


A prefeitura de Pedro Juan Cabalero, cidade paraguaia vizinha à sul-mato-grossense Ponta Porã, amanheceu fechada nesta quarta-feira (18) e com reforço na segurança. É que o chefe do Executivo municipal, José Carlos Acevedo, de 53 anos, foi vítima de atentado quando saía do trabalho, na tarde dessa terça-feira (17).
Acevedo estava dentro do carro quando os pistoleiros chegaram e efetuaram pelo menos 10 tiros contra o veículo.
O prefeito de Pedro Juan foi colocado em um maca e encaminhado imediatamente a um hospital. Ele segue em estado grave.


Antes do atentada a Acevedo, outros dois paraguaios foram executados. Eles foram identificados como Denis Gabriel Pereira e Luis Enrique Arguello Meza Alias Carocho.
Já no fim da tarde, um carro foi incendiado e encontrado abandonado em Pedro Juan.
 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE