Governo de MS realiza ações de combate a dengue nos 79 municípios

COMUNICAÇÃO DO GOVERNO DE MS , COMUNICAÇÃO SES


Foto: Divulgação

Com ações para extinguir focos do mosquito Aedes aegypti - que transmite dengue, zika, chigungunya e outras doenças -, desenvolvidas em todos os municípios de Mato Grosso do Sul neste sábado (2), o Governo do Estado, por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde) mobilizou o trabalho de campo e também as orientações à população.

Em Campo Grande o trabalho foi concentrado na área central - no cruzamento da Avenida Afonso Pena e Rua 14 de Julho. "É uma mobilização para enfrentamento das arboviroses entre elas dengue, chikungunya e zika, só assim conseguimos controlar uma possível epidemia. Estamos em um momento de alerta", afirmou secretária de Estado de Saúde em exercício, Crhistinne Maymone.

O "Dia D" é alusivo à campanha do Ministério da Saúde – ‘Brasil unido contra a dengue’. Com o tema ‘10 minutos contra a dengue’, a mobilização nacional tem como foco a eliminação de criadouros como principal medida de prevenção. 



"É importante integrar as várias forças para mobilizar a população neste combate ao vetor. Podemos ter casos graves e epidemia, essa integração ajuda a mobilizar a população a entender que é precuso cuidar do quintal, observar sinais e sintomas, procurar serviços de saúde. Estamos aqui para orientar sobre o que fazer em caso de suspeita de dengue, além de limpar o quintal para não ter focos", afirmou Larissa Castilho, superintende de Vigilância em Saúde da SES.
 
O Estado desenvolve ações de vigilância, prevenção e atenção à saúde, para o enfrentamento às arboviroses – dengue, chikungunya e zika e outros –  nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. E desde o início do ano conta com a parceria de outras secretarias de forma transversal no combate ao Aedes aegypti.
 

 
"Estamos realizando ação hoje, com o objetivo de conscientizar a população sobre os sinais e sintomas da dengue, que podem agravar a saúde da população. E também sobre a limpeza dos quintais, 80% dos focos está dentro de casa. É mais uma ação do Estado e esperamos que surta resultado. Ainda não estamos em epidemia e a prevenção é um objetivo", disse Bianca Modafari, enfermeira área técnica da Vigilância



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE