Absolvição de Delcídio volta ser destaque na imprensa nacional

FOLHA MS


Foto Divulgação

O ex-senador Delcídio do Amaral voltou a ser pauta na imprensa nacional nesta última semana, após a votação realizada na Câmara dos Deputados, definir a manutenção da prisão do Deputado Domingos Brazão, acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco.

A lembrança do caso veio à tona por meio da jornalista Madeleine Lacsko, do Portal O Antagonista em análise ao caso.

No prelúdio de sua análise sobre o comportamento dos membros da Câmara Federal, Madeleine fez uma comparação pertinente, lembrando que muitos dos parlamentares que agora defendem a liberação de Brazão foram contrários ao relaxamento da prisão do então senador Delcídio do Amaral.

No seu podcast, a renomada jornalista destacou a postura dúbia dos parlamentares, que agora adotam uma abordagem mais moderada e favorável ao pedido de liberdade de seu colega de casa.

Madeleine ressaltou a contradição de parlamentares que defendem que este não seria um caso passível de prisão, mesmo diante das evidências apresentadas pela investigação da Polícia Federal.

Chamou a atenção da jornalista o fato dos mesmos parlamentares que hoje clamam pela soltura de Brazão não se manifestaram da mesma forma quando o ex-senador Delcídio do Amaral enfrentou acusações.

No entanto, Madeleine enfatizou o desfecho do caso Delcídio, que, após ter seu mandato cassado, foi inocentado em todas as instâncias, inclusive com o próprio Ministério Público desistindo da ação ao também entender que o ex-senador é inocente.

Sem impedimentos
Recentemente, Delcídio do Amaral confirmou sua pré-candidatura na disputa pela Prefeitura de sua cidade natal, Corumbá, e destacou que, a despeito de diversas informações inverídicas, disseminadas na internet, segue “sem impedimentos” na justiça, onde conseguiu após anos, comprovar sua inocência das acusações.

“Nenhuma restrição eleitoral me impede de concorrer. É fundamental desmistificar essas tentativas de desinformação, pois já enfrentei essa mesma narrativa nas últimas duas eleições. É uma estratégia recorrente de pessoas com interesses obscuros”, enfatiza Delcídio.
O atual presidente do PRD-MS, no entanto, destaca que a justiça irá prevalecer e segue sua retomada política, vista por ele, como um verdadeiro incomodo e ameaça aos “caciques” da política sul-mato-grossense, mas lembra: “E zumbis insepultos voltarão para assombrar alguns ímpios e o feitiço vai virar contra o feiticeiro”, vaticina Delcídio!



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE